18.10.06

Pulau de ervilhas

O arroz de ervilhas .
Água , sal , arroz , ervilhas , com ou sem cebola , com ou sem mais duas ou três coisas , e não passa disto . Se as ervilhas forem muito boas até fica bom , etc .

Pois desta vez comi (fiz) o melhor arroz de ervilhas de sempre , o pulau de ervilhas, conforme a receita do Nigel Slater no seu livro , THE KITCHEN DIARIES .

Comecei por deitar 2 colheres de sopa com azeite numa panela pequena , mas de fundo grosso e tampa pesada .  Ao azeite juntei um dente de alho bem picado , 3 cravinhos e um pau de canela . Piquei uma cebola , acendi o lume , deixei que o alho começasse a fritar e juntei a cebola . Refoguei a mistura em lume não muito forte durante 5 minutos . Entretanto enchi um copo com arroz basmati . Temperei a cebola com o sal necessário , mexi e juntei o arroz . Envolvi o arroz no refogado, pouco depois juntei 1 copo de água fria ( UM COPO , não são DOIS ), dei uma derradeira mexidela e esperei que a água entrasse em fervura ligeira . Então , juntei um copo cheio de ervilhas (usei das congeladas e apesar disso ficou bom ), tapei a panela , olhei para o relógio e esperei 10 minutos . Passado este tempo e sem ter voltado a mexer na tampa , apaguei o lume e esperei mais 10 minutos . Entretanto , como gosto muito de coentros , lavei e piquei umas folhitas para juntar depois .
Passados os 10 minutos , destapei com receio , mas encontrei tudo em ordem , seco mas não queimado . Bem cozido . Com um aroma fantástico. Perfeito .
Tirei o pau de canela , pesquei os cravinhos e juntei os coentros picados . Mexi e servi .

A prova dos 9 foi o comentário da minha filha , que gostou muito e depois pediu para repetir .

Se a panela não tiver tampa pesada e que encaixe bem , então é melhor embrulhar a tampa num pano , encaixá-la e usar um peso por cima , para evitar ao máximo a saída do vapor de água .  

1 comentário:

  1. Pilau ? Não conheço.
    Será a tradução para "riz pilaf" ?

    ResponderEliminar